">

Beto Richa anuncia concurso para contratação de novos Delegados no Paraná

MAIS CONTRATAÇÕES - O governador ressaltou a abertura de concurso para contratação de 50 profissionais da polícia científica, dentre eles toxicologista, médicos legistas e dentista para os IMLs. “Além disso, há 40 delegados da Polícia Civil concursados para serem chamados. Hoje temos delegados em todas as comarcas. Com mais 40 profissionais poderemos suprir uma ou outra deficiência que ainda existam”, disse o governador. 




MAIS AÇÕES – Os investimentos em segurança, afirmou Richa, incluem mais ações, dentro do Paraná Seguro, o único programa de investimentos em segurança pública já executado pelo Estado. Mais de 10,8 mil profissionais da segurança pública foram contratados desde o início do governo, em 2011. “A maior contratação de profissionais para a segurança foi feita neste governo”, disse ele.

Também já foram adquiridas e estão em operação 1.200 novas viaturas e, nos próximos meses, serão entregues mais 1.100 veículos. Além disso, o Governo do Estado alugou 250 viaturas para o patrulhamento em Curitiba e Região Metropolitana, além de reforçar a Operação Verão. “Também entregamos novas armas e munições às forças policiais, entre elas cerca de 900 pistolas da marca Glock e, em breve, faremos a entrega de armas de longo alcance, além dos coletes balísticos, que são entregues assim que recebemos dos fornecedores. O Estado comprou 8 mil coletes balísticos.



As ações incluem, ainda, compra de equipamentos, investimentos em inteligência e a realização sistemática de operações para prisão de traficantes e combate às drogas. 

CAPILARIDADE – Para o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, o reforço de pessoal e de estrutura é significativo. “Mais efetivo sendo aplicado nas ruas, mais viaturas e armas trazem capilaridade maior, uma presença maior da polícia que vai reverter na diminuição dos índices de criminalidade”, disse ele. “A presença, principalmente do policiamento preventivo e ostensivo, traz reflexos imediatos na redução dos índices”, afirmou. 

“Este reforço representa mais segurança e confiança que a sociedade pode depositar na Polícia Militar do Paraná, que com melhores condições, tanto qualitativa como quantitativa, assume o compromisso e a responsabilidade de ampliar os níveis de segurança e garantir a ordem pública”, declarou o comandante-geral da PM, coronel Maurício Tortato. 

No Norte, segundo o comandante do 2º Comando Regional, todos os 89 municípios receberão algum nível de reforço, seja diretamente, com a locação dos novos policiais, ou através de remanejamento. “Em Londrina, por exemplo, o reforço está na ordem de 140 policiais militares”, disse ele. 




http://www.aen.pr.gov.br