">

Manifestantes contrários ao governo Temer protestam na Zona Oeste de SP Ato começou no Largo da Batata e seguiu até a casa do presidente. PM acompanhou de perto o protesto.


Manifestantes contrários ao governo do presidente Michel Temer protestaram na noite desta quinta-feira (8), em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. O ato começou no Largo da Batata e seguiu por ruas de Pinheiros até a casa de Temer, no Alto de Pinheiros, onde terminou. O protesto foi pacífico.


Os manifestantes seguiram pela Avenida Brigadeiro Faria Lima e entraram na Rua Pedroso de Moraes. De lá, seguiram por vias do bairro de alto padrão até uma praça próxima da casa de Temer. Um gradil foi instalado na rua, impedindo a passagem dos manifestantes. PMs acompanharam de perto.


Segundo o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), 20 mil pessoas participam do ato. Até a última atualização desta reportagem não havia levantamento de público da Polícia Militar.
O ato foi organizado pela Frente Brasil Popular – formada por movimentos como Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) – e pelo grupo Povo Sem Medo, que reúne mais de 30 movimentos sociais, como o MTST.
Além da saída de Temer, os manifestantes pediam a realização de novas eleições para presidente. "Hoje completam 10 dias de manifestações praticamente diárias na cidade de São Paulo”, disse o coordenador do MTST, Guilherme Boulos. “Eles acharam que a maioria do povo brasileiro fosse aceitar a legitimidade de um congresso corrupto."



g1