">

Michel Teló e Thais Fersoza não puderam se casar na igreja

A felicidade de Michel Teló e de Thais Fersoza, que se casaram no apartamento do cantor na terça (14), só teria sido maior se a celebração pudesse ter sido feita em uma igreja, dizem amigos do casal.
Mas tanto Teló quanto Fersoza já haviam sido casados antes, o que é um impedimento para uma segunda cerimônia religiosa. A maioria das igrejas na cidade que não celebram a segunda união -a não ser que a primeira união seja considerada inválida e anulada.
Fersoza afirmou à Folha em 2011 que abrira um processo no Vaticano para tornar seu primeiro casamento inválido, já que o então marido, Joaquim Lopes, havia tido uma relação extraconjulgal. A atriz não voltou ao assunto depois disso.
Teló nunca afirmou ter tentado transformar seu divórcio de Ana Carolina Lago em um casamento anulado. Os recém-casados não foram encontrados para comentar.
Telo
“A regra é: casais divorciados continuam não podendo se casar na Igreja Católica, porque sua interpretação é que o casamento é para sempre. Tampouco podem receber outros sacramentos, como a Eucaristia”, explica o teólogo Wladimir Oni. Quatro dos padres mais conhecidos da cidade declinaram do convite para falar sobre o tema com o Digo Sim.
Mas o papa Francisco sinalizou em fevereiro que uma maior abertura pode estar por vir: “Quando o amor fracassa, e fracassa muitas vezes, devemos sentir a dor desse fracasso, acompanhar a pessoa que tenha sentido o fracasso de seu amor. Não devemos condená-los! É preciso caminhar com eles!”, disse Sua Santidade em missa realizada no Vaticano.






Fonte----------------Blog folha