">

Destituída do posto de Globeleza, Nayara Justino sofre ataques racistas


Destituída do posto de Globeleza para o Carnaval 2015, Nayara Justino vem sofrendo ataques racistas na Internet, contou para a CARAS Digital o marido e empresário da modelo, Cairo Jardim.
"A Nayara está revoltada. As pessoas pegaram muito pesado com ela, que está sofrendo ataques racistas na Internet. Só no fim de semana eu printei mais de 50 acusações de racismo. A Nayara também foi vítima da imprensa maldosa, foi chamada de Lacraia por uma jornalista maldosa e chorou muito. O que mais a entristece é que ela nunca fez nada para ningúem, o erro dela foi ganhar um concurso popular, sem nenhuma indicação na Globo, e de maneira honesta", afirmou.
Cairo afirmou que, apesar da revolta, Nayara não está em depressão, como chegou a ser divulgado pela imprensa carioca. "Isso não é verdade, a Nayara não está em depressão não, o que ela sente é revolta pelo que está sofrendo na Internet. Claro que ela está fragilizada, mas com uma vontade de vencer ainda maior", comentou o empresário, afirmando que Nayara, apesar de ter sido pega de supresa com a notícia da destituição do posto, não guarda mágoas da Globo.
"A Globo sempre a tratou muito bem, a gente só tem a agradecer o que eles fizeram, as portas que abriram. Ela foi pega de surpresa, mas tinha um contrato de um ano e a preparação que ela está fazendo não era só para ser Globeleza, mas para o Carnaval como um todo. Além disso, não havia nada prometido na Globo. Embora a gente imaginasse que fosse renovar, sabíamos que não havia qualquer obrigação nesse sentido. A Nayara vai estar no Carnaval e segue se preparando. Ela não merecia isso tudo pelo que está passando", pontuou.
Cairo contou ainda que, para enfrentar o momento difícil, Nayara contou com a ajuda de um psicólogo. "Chamaram a Nayara de macaca, de fracassada, coisa que ela não é, ela é muito bem sucedida, uma empresária muito boa e uma pessoa do bem. Ela é muito centrada e tranquila, mas claro, isso mexe com qualquer pessoa.  ficou com muita raiva e solicitamos a visita de um psicólogo para ajudar a realinhar a cabeça dela nesse momento, mas nada demais, só um acompanhamento normal, já que ela também sempre gostou de fazer análise", explicou.
Nayara ainda não decidiu se processará as pessoas que a atacaram na Internet. "Ainda não tomamos nenhuma decisão, a prioridade é que ela esteja bem para que aí a gente veja o que vai fazer", explicou Cairo, que acredita também que a a modelo tenha sido vítima de conspiração.
"Deixando de lado o racismo, eu tenho a teoria de que todo esse marketing negativo em cima da Nayara na Internet tem a ver com pessoas intencionadas em tomar o lugar dela. Não tenho provas contra ninguém e claro que não vou falar em nomes, mas eu sei que isso existe", pontuou.
Nayara também falou sobre o assunto, endossando as palavras do marido e empresário. "Não estou em depressão!! Fiquei e fico revoltada com ofensas racistas, mas depressão não. Ao contrário do que falam, eu estudo e trabalho em nossa empresa. Nunca vou desistir dos meus sonhos", garantiu em uma rede social. "Não sou morena, não sou mulata, sou negra, tenho orgulho de ser negra, vim de uma cidade onde vivem descendentes diretos de escravos", completou Nayara, que é de Volta Redonda (RJ), através de sua assessoria.








Fonte------------ Revista Caras