Após acidente, Laís Souza não mexe braços e pernas

Laís Souza estava treinando nos Estados Unidos para a Olimpíada de Inverno de Sochi
Laís Souza estava treinando nos Estados Unidos para a Olimpíada de Inverno de Sochi (Reprodução CBDN)
A ex-ginasta brasileira Laís Souza, que sofreu um acidente na segunda-feira, enquanto treinava para participar da Olimpíada de Inverno de Sochi, na modalidade esqui estilo livre, sofreu um trauma severo na coluna cervical e é incapaz de movimentar braços e pernas, informou o Hospital da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, onde a atleta está internada. Segundo boletim médico divulgado na terça-feira, Laís é tratada na Unidade de Terapia Intensiva Neurológica do hospital, e foi submetida a uma cirurgia para realinhar a coluna. A atleta está acordada e responde a comandos, mas respira com ajuda de aparelhos.
O médico brasileiro Antonio Marttos, que acompanha a atleta, evitou fazer prognósticos sobre a recuperação de Laís: “Ela terá uma longa recuperação pela frente. Neste momento, não podemos prever como será seu prognóstico a longo prazo. Laís está recebendo excelentes cuidados médicos e a equipe do hospital faz todo o possível para que ela possa se recuperar da melhor maneira possível”, afirmou, segundo o boletim do hospital.
Ex-ginasta da seleção brasileira, Laís conseguiu a vaga para os Jogos de Inverno na quinta-feira e estava em fase final de preparação. Ela sofreu uma torção na coluna e os médicos tentaram corrigir o problema logo depois, mas a atleta precisou passar por uma cirurgia. A Olimpíada de Inverno de Sochi começará em 7 de fevereiro.
Medo - Os amigos mais próximos contam que Laís Souza estava muito empolgada por participar de sua primeira Olimpíada de Inverno, mas garantem que ela ficou receosa com seu novo esporte depois do acidente com o ex-piloto Michael Schumacher, no fim de 2013. “A Laís não demonstrava, mas tinha esse medo. Ela possuía o temor pelo que aconteceu com um campeão de Fórmula 1. Porém, tentava não deixar passar”, disse a campeã olímpica do salto em distância Maurren Maggi, em entrevista ao SporTV.












(Com agência Gazeta Press)