">

Chapa Dilma-Temer começa a ser julgada no TSE na terça-feira (4) Presidente do TSE anunciou realização de duas sessões extras na próxima semana. Ações apontam abuso de poder político e econômico da chapa.


O Tribunal Superior Eleitoral começa a julgar, na semana que vem, a acusação de abuso de poder econômico da chapa Dilma-Temer. Já é na terça-feira, no dia 4 de abril pela manhã.
O julgamento pode se estender ao longo da semana. Por isso, o presidente do TSE, Gilmar Mendes, já anunciou a realização de duas sessões extras na semana que vem.
O Ministério Público Eleitoral já se manifestou sobre o caso, mas o conteúdo do parecer é sigiloso. As quatro ações que serão analisadas chegaram ao TSE em dezembro de 2014, após as eleições presidenciais. Elas foram apresentadas pelo PSDB e apontam abuso de poder político e econômico por parte da chapa eleita.
Entre as irregularidades apontadas está que o dinheiro desviado da Petrobras abasteceu as contas da campanha. Foram ouvidas no decorrer do processo 58 testemunhas, envolvendo ex-executivos da construtora Odebrecht.



g1.globo.com