Só uma capital brasileira será governada por uma mulher.

Das 26 capitais brasileiras, apenas uma será governada por uma mulher: Boa Vista (RR), onde Teresa Surita (PMDB) se elegeu no primeiro turno. A situação é idêntica à de 2012, quando a própria Teresa Surita era a única mulher entre os prefeitos das capitais.



No segundo turno, duas mulheres concorreram à prefeitura de capitais neste ano: Angela Amin (PP), em Florianópolis, e Rose Modesto (PSDB), em Campo Grande. Angela Amin perdeu para Gean Loureiro (PMDB) por 50,26% a 49,74%, enquanto Rose Modesto perdeu para Marquinhos Trad (PSD) por 58,77% a 41,23%.  

Das 57 cidades onde foi disputado o segundo turno, apenas uma mulher ganhou: Raquel Lyra (PSDB), em Caruaru (PE). Ela se soma às 637 mulheres que se elegeram prefeitas no primeiro turno, de um total de mais de 5 mil cidades.

 
Esta é a segunda eleição municipal com a vigência da lei 2.034/2009, que estabelece que "cada partido ou coligação preencherá o mínimo de 30% (trinta por cento) e o máximo de 70% (setenta por cento) para candidaturas de cada sexo".



g1.com