Eyshila comenta morte do filho pela primeira vez na TV

Eyshila falou, pela primeira vez, sobre a morte do filho Matheus, de 17 anos, no “Programa do Gugu”, da Record, na noite da última quarta-feira (13). A cantora gospel classificou como "devastadora" a perda do herdeiro, mas afirmou que, apesar da dor que está sentindo, tenta se manter serena.
“O caso se agravou. Ele entrou em coma. Perder um filho é algo devastador. [Mas] Deus tem me sustentado. A morte é uma realidade, faz parte da vida. Só que eu nunca havia me deparado com o vale da sombra da morte dessa forma. Porque não é o natural uma mãe enterrar o filho”, declarou.
A artista ressaltou ainda que o quadro de saúde de Matheus se agravou muito rapidamente, o que diminuiu suas chances de sobrevivência.
“Eu achei que pudesse ser a vista. Depois começaram a fazer exames, tomografias. Tudo que podia ser feito foi feito. Foi tudo em questão de 24 horas. Ele foi socorrido muito rápido. Se Deus quisesse ter livrado o meu filho, Ele teria livrado onde quer que fosse.”
Abalada, Eyshila disse ter se sentido impotente ao descobrir o diagnóstico do jovem.
“Quando eu cheguei na UTI [Unidade de Terapia Intensiva] e vi todos os fios, a maneira como ele estava sendo monitorado e como era incômodo, eu fiquei muito mexida e fiquei grudada [nele]. Até aquele momento, eu estava confiante porque tudo parecia sob controle. Mas, de repente, ele teve um agravamento, uma hemorragia no cérebro. Quando foi operado, o quadro se agravou e entrou em coma”, completou.
Matheus morreu em 14 de junho, após ficar sete dias internado no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.



MSN