">

Deputado evangélico fará parte de comissão que analisa projeto de Jean Wyllys para a legalização da prostituição

Deputado evangélico fará parte de comissão que analisa projeto de Jean Wyllys para a legalização da prostituição
O projeto PL 4.211/2012 de legalização da prostituição criado pelo deputado federal e ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ) será analisado pela Câmara dos Deputados numa comissão especial, e o deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ), integrante da bancada evangélica, fará parte do colegiado.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
O parlamentar evangélico pediu para participar da comissão, que terá 20 membros, como forma de garantir que o debate seja feito de forma a abranger todos os pontos de vista.
Oliveira afirma que a legalização de uma atividade como a prostituição contraria o desejo da maioria dos cidadãos: “Profissão decorre de uma atividade que agrega valor à sociedade e da qual a sociedade necessita. Prostituição agrega valor à sociedade?”, questionou o deputado, segundo informações de seu site.
Ainda segundo o deputado, o apelo sexual não é uma demanda social, e sim individual, e deve ser tratada como questão de foro íntimo, sem intervenção do Estado: “O motor da prostituição é o apelo sexual. No reino vegetal não existe tal apelo. No reino animal a motivação é cíclica. Entre os seres humanos o apelo sexual é voluntário e contínuo. Porém, a satisfação desse apelo não pode se fazer através do comércio legalizado”, pontuou.
O deputado Jean Wyllys, um dos principais opositores da bancada evangélica, apelidou o projeto de Lei Gabriela Leite, em alusão à socióloga que foi prostituta e que faleceu em outubro de 2013. O texto prevê a transformação das pessoas que vendem o corpo em profissionais liberais, com acesso à aposentadoria e programas sociais do governo.








Fonte----------Gospel.Mais