">

Homem que mastigou orelhas da esposa durante agressão é preso

João Batista Ramos Pereira, de 54 anos, foi preso na última terça-feira (18) (Foto: Divulgação/SSP TO)
O suspeito de mastigar as orelhas da mulher, de 42 anos, durante uma agressão, foi preso na última terça-feira (18) em Barrolândia, região central do estado. João Batista Ramos Pereira, de 54 anos, estava escondido na casa de uma de suas irmãs, na cidade. A polícia o procurava desde o dia 4 de março, quando aconteceu o crime, em Guaraí. Durante a agressão, Pereira estava bêbado e deu socos, chineladas e até pontapés na mulher.
Uma das orelhas machucadas pelas mordidas, não pode ser reconstruída (Foto: Marcelo Gris/GuaraíNotícias)
A prisão preventiva foi dada pela Comarca de Guaraí, após a família da vítima ter registrado ocorrência na delegacia da cidade. Os policiais localizaram Pereira depois de receber informações de que ele estaria escondido em Barrolândia. No momento da prisão, ele não reagiu. O suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública do município e aguarda ser transferido para Guaraí.
Depois da agressão, a mulher que não teve o nome divulgado, foi encaminhada para o hospital, onde ficou internada por 13 dias. "Ela chegou na unidade muito debilitada. O rosto estava inchado, as orelhas com vários cortes por causa das mordidas e uma delas não tem nem como reconstruir", informou a assessoria de comunicação do hospital.

Pereira teria deixado a mulher machucada em casa e saído para trabalhar "como se nada tivesse acontecido". Ela afirmou que essa não foi a primeira vez que as agressões aconteceram. "Ele já tinha feito isso, mas não foi como dessa vez. Nessa ele quase me matou", alegou a vítima. Ela completou dizendo que não sabe os motivos que o levaram a agredi-la dessa forma. Os dois se relacionaram por dois anos.
Mulher chegou ao Hospital Municipal de Guaraí muito debilitada (Foto: Marcelo Gris/GuaraíNotícias)










Fonte--------G.1