Funcionário da Infraero é detido por assediar mulheres no aeroporto.

Funcionárias do aeroporto se uniram para denunciar suspeito, e registraram o assédio (Foto: Reprodução / Whats app)Funcionárias do aeroporto se uniram para
denunciar suspeito, e registraram o assédio
(Foto: Reprodução / WhatsApp)

O gerente do departamento de Tecnologia da Informação (TI) do Aeroporto Internacional de Belém foi detido nesta segunda-feira (31) por fazer gravações impróprias de passageiras e funcionárias do aeroporto. Ele se posicionava na escada rolante do terminal e, com um tablet de pequeno porte, gravava imagens da calcinha das mulheres por debaixo de saias e vestidos, sem o consentimento das vítimas.

A detenção aconteceu após a administração do aeroporto receber denúncias do comportamento do funcionário. Com ele, foi apreendido um tablet que, segundo a polícia, continha imagens de mulheres que ele teria gravado. Segundo a Infraero, empresa pública responsável pela administração do aeroporto de Belém, será aberto um procedimento para apurar a conduta do funcionário, que é concursado.
Segundo uma funcionária do aeroporto, que pediu para não ser identificada, o comportamento do suspeito era frequente, e preocupava várias mulheres que trabalham no local. "Tem muita gente indignada com isso. Ele faz isso há muito tempo. Não sei qual é o intuito dele, se ele vende as imagens, mas ele sempre andava pelo aeroporto, procurava uma vítima, fazia a gravação e depois ia para o trabalho dele".
A Polícia Civil informou que o ato é uma contravenção penal de importunação ostensiva ao pudor, um crime de menor potencial ofensivo. Por isso, o suspeito foi detido e liberado após o registro da ocorrência.






Fonte-----------G.1